11

Papa diz que tomar vacina contra a Covid-19 é "ato ético"; médico do pontífice morreu da doença

Por Alex Santana em 12/01/2021 às 01:59:58

Papa Francisco declarou que vai tomar a vacina contra a Covid-19, e que se trata de um "ato ético" e importante para conter a pandemia.

A entrevista ao canal italiano Mediaset foi ao ar na noite de sábado, mesmo dia em que o médico pessoal do pontífice morreu por complicações do novo coronavírus.

Fabrizio Soccorsi tinha 78 anos e atendia o papa desde 2015.

Segundo o portal Vatican News, o profissional lutava contra um câncer e estava internado em um hospital de Roma.

Na entrevista, gravada na sexta, o papa confirmou que se inscreveu para a vacinação, que começa nesta semana no Vaticano para profissionais de saúde e idosos.

Aos 84 anos e no grupo de risco, o líder católico criticou o que chamou de "negacionismo suicida" que ele não sabe explicar, contra a imunização, e reafirmou que é preciso se vacinar.

A Santa Sé divulgou que adquiriu doses da vacina desenvolvida pela Pfizer-BioNtech, que já é aplicada na Europa, Estados Unidos, Canadá e Israel.

Segundo a Ansa, serão imunizados todos os que atuam na Cúria Romana, funcionários do Vaticano e pessoas atendidas pelo Fundo de Assistência Sanitária.

2222

Comentários

33